Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Nisargadatta Maharaj, I AM THAT, Chetana, Bombay, 1987.

Nisargadatta Maharaj, I AM THAT, Chetana, Bombay, 1987. Tradução livre de Moacir Amaral. Pág. 386

O apego nasce junto com o sentimento de “Eu” e “meu”. Descubra o verdadeiro significado dessas palavras e você estará livre de todo aprisionamento. Você tem uma mente que se propaga no tempo. Uma após as outras, as coisas acontecem a você e a memória permanece. Não existe nada errado com isso. O problema surge apenas quando a memória de dores e prazeres passados – que são essenciais para toda a vida orgânica – permanece como um reflexo, dominando o comportamento. Esse reflexo toma a forma de “Eu” e usa o corpo e a mente para os seus propósitos, que invariavelmente são a busca do prazer e o evitar da dor. Quando você reconhece o “Eu” como ele é, um pacote de desejos e medos, e o sentimento de “meu”, como abarcando todas as pessoas e coisas necessitadas, com o propósito de evitar a dor e assegurar o prazer, você verá que o “Eu” e o “meu” são idéias falsas, que não têm fundamento na realidade…